Sociedade de Melhoramentos de Pomares

Segundo o depoimento de um amigo da “Velha Guarda”, a criação de uma colectividade, com vista à realização de melhoramentos, deverá ter surgido de conversa havida entre Alexandre dos Santos Diniz e José Rodrigues de Gouveia Silva.

Aquele conterrâneo, entusiasmado com a ideia, propôs uma reunião em Lisboa, a qual se efectuou em casa de António dos Santos Antunes, na Rua dos Correeiros, em princípios de 1920.

A finalidade primeira dessa reunião era a nomeação de uma comissão que realizasse o primeiro sonho: a construção de um chafariz, para acabar de uma vez para sempre com a utilização da anacrónica fonte de chafurdo do ribeiro da lameira. Dessereunião nasceu a chamada Comissão Central.

/

Criado por Sétimo Digito, Lda